MPT reforça posição do SINEEPRES: Benefícios da Convenção Coletiva somente para quem contribui ao sindicato

A Procuradoria do Trabalho de Pato Branco/PR,  arquivou pedido de instauração de inquérito, após denúncia anônima (provavelmente de alguma empresa que não respeita a negociação coletiva), que pedia investigação em relação ao posicionamento do SINEEPRES – Sindicato que representa os empregados em empresas de prestação de serviços, RH e Trabalho Temporário no Estado do Paraná. Para o sindicato, não é justo que o empregado que não contribui com a entidade tenha os mesmos direitos e benefícios de quem paga as contribuições devidas, e portanto, alguns benefícios somente seriam disponibilizados a quem contribui.

Após esse comunicado é que foi apresentada tal denúncia.

Porém, de forma justa, a Exma. Procuradora, Dra. Luísa Carvalho Rodrigues, em seu despacho, reconhece a ilegalidade e a inconstitucionalidade da famigerada reforma trabalhista, como julga que não é justo que empregados que não contribuem com o sindicato queiram usufruir dos mesmos benefícios de quem reconhece e paga as contribuições sindicais.

Clique aqui e veja a decisão da íntegra

Post Mario de Gomes – assessoria de imprensa
Em 17/08/2018
Foto: arquivo SINEEPRES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + 2 =